Artigos

Minhas recomendações têm a finalidade de propor, informar, ensinar e orientar. Não quero curar doenças. Só Deus pode curar. Mas eu posso ser um instrumento de vida. Tenho certeza de que, ajudando a construir uma melhor qualidade de vida, obteremos também uma maior quantidade. Esta é minha proposta fundamental. Quero contribuir para que o ser humano possa ser feliz, assumindo a sua condição humana na caminhada em busca da paz definitiva.

Pe. Paulo Wendling

  • JESUS: A FOSFOAMINA E OS DOENTES ->25.10.15
  • A Palavra de Deus nos inquieta e desafia a realizarmos o projeto de amor de Jesus aqui na terra, e no lugar onde estamos inseridos.

    A discussão da mídia (Fantástico, redes sociais, Telejornais, imprensa) da última semana inquietou meu coração e escrevi esta reflexão, a partir do evangelho do domingo dia 25 de outubro (Mc 10,46-52).

    Jesus está indo a Jerusalém. Está passando por Jericó. Faltam 24 km para chegar à cidade (Jerusalém) que concentra o poder político, econômico e religioso da época. É lá que estão os poderes que “se dizem a favor” da vida. Estes poderes que estão no comando da exploração do povo– e é em Jerusalém que vão matar Jesus por verem seus interesses contrariados pelo Mestre que veio servir e dar sua vida pelos que vivem à margem do caminho.

    Quais são os poderes que hoje se dizem que estão a serviço da vida? Quem hoje está sentado à beira do caminho? Quem hoje tem interesses em lucrar com a doença das pessoas? Quem hoje impede que se pesquise algum remédio que cure ou pelo menos, não tenha efeitos colaterais e que diminua o sofrimento?

    À margem do caminho está sentado o cego, Bartimeu, com seu manto, pedindo esmolas. Jesus está acompanhado dos seus discípulos e grande multidão. Durante as campanhas para as eleições também acontece isto, o povo espera esmolas dos políticos e por isso ficam sentados à beira do caminho e a espera que alguém tome atitude por eles … Para o cego era ESPERANÇA e OPORTUNIDADE de boas esmolas… O cego quando descobre que é Jesus que está passando, grita desesperado, não para pedir esmola, mas porque quer ver e sair da marginalidade.  A alternativa que a sociedade tinha lhe oferecido, o manto para recolher as esmolas de dia e à noite para se cobrir, ele não lhe dá  dignidade, por isso não  mais se conformava com sua situação de “pedinte”. Então o cego grita com um grito de inconformidade e humildade: “Jesus, tem piedade de mim”.

    Temos milhares de pessoas gritando por saúde, por alívio de seus males, cansadas de viagens de hospital em hospital, de exame em exame, de tratamento em tratamento e cada dia pioram, quando não aumentam seus males. Gritam por socorro. Quem os escuta?

    O cego em vez de apoio recebe repreensão dos discípulos que andam com Jesus. Eles pedem para que se cale. A procissão de pessoas que andam com Jesus nem sempre anda em sintonia com o projeto do Mestre. Os Discípulos querem que o cego continue cego e não atrapalhe a romaria que está indo à Jerusalém. Com certeza, muitos estavam indo juntos, porque os outros estavam indo; outros ainda estavam na expectativa de ver um show; outros ainda para fazer um turismo religioso,…

    A forma unilateral como a mídia posiciona-se hoje, é para sufocar os que diminuem o sofrimento, os que projetam um raio de esperança sobre a dor dos que tem câncer e do sofrimento de seus familiares. Os responsáveis pela saúde (doença) do povo gritam, argumentam contra. Cientistas  vendem seu saber para fazer valer os interesses e privilégios dos que exploram a dor alheia. São os que hoje querem ver o cego continuar sentado a beira do caminho, os doentes cada dia mais doentes…

    Mas quando nós calamos a voz dos marginalizados, Jesus escuta os que gritam por Ele. Jesus pára a procissão e manda chamar o que grita. Junto com Jesus também andam pessoas que entendem os marginalizados e espoliados da vida. Andam com Jesus e estão comprometidos com seu projeto. “Coragem, levanta-te, Jesus te chama”.

    A reação do cego é imediata: toma atitude de levantar-se, joga, abandona o manto que recebeu para recolher as esmolas e se cobrir à noite… Dá sinal de que abandona a sociedade que marginaliza as pessoas. Ele não quer mais voltar a pedir esmolas. Isto não é vida.  Antes de encontrar com Jesus ele já dá mostras da sua esperança de sair da marginalidade. Dá um pulo, salta de alegria, de esperança, mesmo sendo cego ainda…e vai até Jesus, certamente conduzido pelos que aceitam o desafio da mudança…

    Jesus pergunta: “Que queres que eu te faça?” O cego não pede esmola (já está sem o manto).  “Mestre, que eu veja!”.

    A fosfoetanolamina ou simplesmente fosfoamina surgiu como uma luz no fim do túnel para àqueles que não encontram mais esperança em nosso sistema de saúde (na verdade doenças…) Há milhares de pessoas vivendo à margem da vida, sofrendo as funestas consequências da radio e quimioterapia, sem verem sinais de melhora.

    E eis que surge um raio de esperança (a esperança é a última que morre) aparecem aqueles que se beneficiam deste sistema hipócrita e jogam  desconfianças, incertezas, calúnias, mentiras  ou desqualificam pessoas sensibilizadas com a dor do outro e que projetam um raio de luz sobre tantas trevas. Assim impedem que este medicamento se torne um raio de esperança  na vida dos que sofrem de câncer…

    Muitos andam em romarias, procissões, dizem que amam Jesus, mas quando escutam o grito dos excluídos de hoje, gritam: fique quieto/não grite. Estão do lado daqueles que marginalizam, querem que o cego continue cego, o doente morra de doente. Isto também é para nós padres, bispos, religiosos, religiosas… Se impedimos que chegue a Jesus o que grita hoje por esperança, estamos do lado da sociedade que marginaliza as pessoas…queremos que os doentes continuem doentes , que os cegos continuem a pedir esmolas. É Jesus que escuta a voz dos sofredores e manda chamar o cego, hoje os doentes, os cancerosos…

    E nós que comungamos do projeto de Jesus o fazemos? Não temos nada a ver com isso? Não pregamos que Jesus veio para dar vida em abundância a todos? E ficamos calados diante de tanto sofrimento? Em vez de levar os doentes à Jesus, que cura e liberta, mostramos a eles o caminho para o SUS, para o hospital, para a farmácia… Jesus quer que tenhamos atitudes de quem está comprometido com seu Projeto.

    “Vai, a tua fé te curou”

    O cego salta fora da sociedade que o marginaliza e não retorna a ela, mas segue, pela fé, Jesus pelo caminho à Jerusalém. O cego não vai a um show em Jerusalém nem vai fazer turismo religioso com Jesus, mas se torna seu fiel discípulo. Agora aquele que não é mais cego – que foi curado, segue junto com Jesus a Jerusalém. Em Jerusalém Jesus vai enfrentar os poderes que estabelecem a marginalidade na sociedade e deixam as pessoas sem dignidade. O verdadeiro discípulo é aquele que  reconhece sua situação humana – “tem piedade de mim” – grita para se libertar desta situação; Jesus é a sua esperança de mudança; não cala diante daqueles que o querem ver calado; deseja viver com dignidade e quando provocado por Jesus sobre o que deseja: QUER VER (sair da sua situação de pedinte) e depois de modo livre segue Jesus.

    Curado da cegueira, a luz ilumina seu coração e seus pés, de modo livre e consciente, seguem o caminho com Jesus que vai enfrentar a morte.

    Tenhamos coragem de fazer acontecer o projeto de amor de Jesus.

     

  • Espelta: Trigo Miúdo
  • ESPELTA

    NOME CIENTÍFICO: Triticum spelta (dicoccum)

    INTRODUÇÃO: A espelta (dinkel em alemão) é conhecida como trigo miúdo. É uma variedade cultivada há mais de 7000 anos. As sementes de espelta são muito similares as de trigo integral.esp.1

    Estudos indicam que a espelta deu origem às espécies de trigo que temos hoje. Como era uma espécie inferior de trigo, a espelta não sofreu as transformações que o trigo sofreu. Podemos dizer que é uma semente mais genuína que o trigo e que conserva seus nutrientes de origem. Sem dúvida, muitas gerações se alimentaram deste cereal.

    TEXTOS BÍBLICOS: “Toma, pois, trigo, cevada, favas, lentilhas, painço e espelta: põem-nos todos em uma mesma vasilha e faze-te pães com eles…” (Ez 4,9). “Não lança na terra o trigo, o painço, a cevada e a espelta em uma faixa marginal?” (Is 28,25).

    PRINCÍPIOS ATIVOS: rico em carboidratos; proteínas; vitaminas: B3 e

    E; betacaroteno; minerais: fósforo, ferro, magnésio; aminoácidos essenciais; fibras, ácido silícico.

    PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS: analgésicas, calmantes, reconstituintes, depurativas.

    INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: reduz colesterol, estresse, dor nas articulações, melhora o rendimento intelectual e o metabolismo, colite,

    constipação, má digestão.

    CIÊNCIA: A espelta contêm mucopolissacarídeos, carboidratos que estimulam o sistema imunológico. É o único cereal com este nutriente.

    O ácido silícico contido na espelta é um nutriente necessário para a formação de nossos tecidos e órgãos.

    Possui os oito aminoácidos essenciais.

    CUIDADOS: embora menos que o trigo, a espelta também contém glúten, por isso os celíacos devem evitá-la.

    DICA: o grão germinado aumenta o poder nutricional da espelta.

    CONSUMO: sopas e flocos de espelta. A farinha no pão, substitui o trigo.

    CURIOSIDADES:

    – A espelta é resistente a pragas por isso é recomendada para cultivo orgânico. Tolera climas frios e secos;

    – Seu cultivo não exige fertilizantes químicos nem agrotóxicos.

    – A espelta esteve a ponto de desaparecer, mas hoje sua cultura tem

    aumentado devido ao reconhecimento de seu valor nutricional.

    – Santa Hildegard von Bingen (1098- 1179), doutora da Igreja, recomendava, na época, este cereal para o pão. Hoje, na Alemanha, se encontra o pão de dinkel da Santa Hildegard. Ela considerava a espelta o melhor grão para ter uma mente e pensamentos positivos.

    esp.2esp.3

  • Amêndoas
  • (TEXTO EXTRAÍDO DO MEU LIVRO: OS SEGREDOS DOS ALIMENTOS NA BÍBLIA, p. 119)

    INTRODUÇÃO: A amendoeira é a primeira planta a florir na primavera. Usa-se o fruto doce, o amargo é tóxico. Pelo seu potencial nutricional é a oleaginosa preferida para o consumo humano.

    NOME CIENTÍFICO: Prunus amygdalus – (Amydalus communis)

     

    SIMBOLISMO:

     

    A amendoeira é considerada símbolo da vigilância (é a primeira que floresce na primavera) e da vida nova. “Nos Padres da Igreja, o ramo da amendoeira e o seu fruto eram considerados símbolos do sacerdócio: o modo de se comportar do sacerdote deve, no exterior, ser sóbrio e contido, ao passo que o seu interior envolva a fé como alimento invisível” (Fonte: Dicionário de Figuras)

    A amêndoa, “como fruta doce sob uma casca dura é símbolo do essencial, do espiritual, que está oculto atrás das aparências externas. É símbolo de Cristo porque a sua natureza humana oculta a sua natureza divina, é também símbolo da sua encarnação” (Fonte: Dicionário de Símbolos, Paulus).

     

    TEXTOS BÍBLICOS:

     

    – “Jacó tomou varas de álamo, de amendoeira e de plátano, descascou-as em tiras brancas, deixando aparecer a brancura das varas” (Gn 30,37).

     

    –  “Disse-lhes o pai Israel:” Sendo assim, fazei o seguinte: escolhei para bagagem alguns dos melhores produtos desta terra e levai-os como presente a esse homem: um pouco de bálsamo, um pouco de mel, especiais, resina, terebinto e amêndoas” (Gn 43,11).

     

    – “No dia seguinte, ao entrar na tenda da Aliança, Moisés, viu que a vara de Aarão, da casa de Levi, tinha produzido brotos e dado flores e amêndoas maduras” (Nm 17,23)

     

    – “então a amendoeira embranquecerá de flor…”(Ecl 12,5).

     

    – “Foi-me dirigida a palavra de Javé nos seguintes termos: “O que estás vendo, Jeremias?” Eu respondi: “ Vejo um ramo de amendoeira” (Jr 1,11).

     

     

    MOTIVO: ORNAMENTAL

     

    – “Num braço haverá três cálices com formato de flor de amêndoa, com botão e flor; e três cálices com formato de flor de amêndoa no outro braço, com botão e flor; assim serão os seis braços do candelabro. Mas o candelabro mesmo terá quatro cálices com formato de flor de amêndoa, com botão e flor…”(Ex 25,33-34 – tb. Ex 37,19-20)

     

     

    PRINCÍPIOS ATIVOS: vitaminas: provitamina A, B1, B2, B3, B5, B6, B8, B9, C, E; minerais: ferro, magnésio, potássio, sódio, zinco, cobre, cálcio, boro, fósforo; aminoácidos; ácidos graxos monoinsaturados(Omega 9) e poliinsaturados (Omega 3 e 6)  ; proteínas; fibras; carboidratos; fitoesteróis.

    PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS: sedativas, laxativas, remineralizantes, anti-anêmicas, emolientes,  anti-espasmódicas, alcalinizantes.

     

    INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: dispepsias, descalcificação, raquitismo, gravidez,  tônico dos nervos, úlceras duodenais e gástricas, ardência do estômago, reumatismo, artrite, gota, prisão de ventre, anemia, alcalina, hiperacidez gástrica, diabete, próstata, problemas pulmonares, tosses, catarros vias respiratórias, cálculos renais, aumenta o leite materno, previne radicais livres e câncer, fonte natural de energia, indicada para épocas frias, reduz o colesterol LDL e aumenta o colesterol HDL, previne as enfermidades do coração, melhora a circulação sangüínea.

     

    CONHECIDA POR:*

     

    - Acalmar     a tosse e a asma.

    - Amenizar  as inflamações.

    - Dissolver   as mucosidades.

    - Fortalecer as faculdades mentais.

    - Fortificar   os músculos cardíacos.

    - Lubrificar  os intestinos.

    Melhorar a ventilação dos pulmões.

    - Promover  a respiração celular.

    - Reforçar    a energia geral.

    - Tonificar    os nervos. (*Fonte: Mônica L.Camargo – Saúde e Beleza,o.cit.)

     

    CUIDADOS:

    – oleaginosa de difícil digestão por causa da gordura, por isso para algumas pessoas pode trazer transtornos.

    – o mofo produz aflatoxinas, que podem causar câncer no fígado.

    – pode oxidar e se tornar prejudicial.

    – evitar seu consumo cru em casos de cálculos na vesícula e doenças hepáticas.

     

     

    IMPORTANTE:  Melhor fonte de vitamina E e proteína vegetal mas precisa ser combinada com uma leguminosa. Substitui a proteína animal.

     

    CURIOSIDADE:  As amêndoas são alcalinizantes e produzem álcalis em todos os consumidores, colaborando para o equilíbrio ácido-básico.

     

    SUGESTÃO: Para melhor aproveitar os nutrientes é necessário hidratar as amêndoas antes de seu uso, deixando-as de molho na água por uma noite.

     

    CIÊNCIA:

    -arginina, aminoácido, embora não essencial, está presente nas amêndoas e é um vasodilatador de fonte natural que promove o aumento do fluxo sangüíneo, favorecendo a circulação.

    - polifenóis: a pele da amêndoa é rica em polifenóis que eliminam radicais

    livres.

    - Esfingolipídios agem na estrutura e funcionamento da membrana celular, evitando o câncer.

    O boro aumenta o nível de estrogênio em mulheres pós-menopausa.

     

    VANTAGEM: as amêndoas combinam com outros alimentos: com proteínas, hortaliças, cereais, tubérculos feculentos; seu leite combina com cereais e frutas ou frutas ácidas.

     

    LEITE DE AMÊNDOAS

     

    INDICAÇÕES:

    Em casos de desnutrição, problemas hepáticos, eczema infantil, intolerância digestiva e diarréias por causa da lactose do leite de vaca.

    Receita para 4 pessoas

    INGREDIENTES:

    * ½  xícara de amêndoas descascadas (para tirar a casca, deixe alguns minutos em água quente)

    * 700 ml de água fervente

    - MODO DE PREPARAR:

    * bater no liquidificador e coar. Está pronto o leite de amêndoas. Bom apetite!

    * Para uma xícara desse leite, basta um punhadinho de amêndoas e uma xícara de água fervente. A quantidade de água e amêndoas depende
    do número de pessoas que queremos servir.

     

    1. O leite de amêndoas também pode ser feito com água de coco ou água fria, deixando-as hidratar na água por uma noite.

     

    USO EXTERNO: cosmética

     

    –  LEITE DE AMÊNDOAS: indicado para pele.

    – ÓLEO DE AMÊNDOAS: manchas, frieiras, eczemas, irritações cutâneas, estrias por ocasião da gravidez e obesidade., dor de ouvido em crianças, hemorróidas, pele seca, queimaduras superficiais, dermatoses.